Semana antimanicomial é marcada por atividades do CAPS em Cuité

O Dia Nacional da Luta Antimanicomial, comemorado neste sábado, 18 de maio, foi criado para legitimar os direitos das pessoas com sofrimento mental lembrando que, como cidadãs, elas têm o direito fundamental à liberdade e a viver em sociedade.

Em Cuité, o Centro de Atenção Psicossocial, o CAPS, promoveu uma semana de atividades alusivas a data, iniciando na segunda-feira (13) com a confecção de cartazes sobre a luta antimanicomial; na terça-feira, no campus da UFCG de Cuité, o CES, em parceria com as professoras Gracielle, do curso de Nutrição, e Alyne do curso de Enfermagem, foi realizada uma gincana, dentro da temática, envolvendo usuários do serviço, professores e alunos. Na quinta-feira (16) pela manhã, finalizando a programação, houve uma caminhada pelas ruas da cidade, reforçando a mensagem da luta antimanicomial para a comunidade.

Para Angélica Lira, Coordenadora do CAPS, “Esse movimento se caracteriza pela luta dos direitos de quem sofre com transtorno mental, e busca combater a ideia de que se deve isolar a pessoa e excluí-la da sociedade”.

Compartilhar