Jovem cuiteense representará a Paraíba no Fórum Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil

A jovem Carla Stefany, de 16 anos, é cuiteense, participa ativamente do Núcleo de Cidadania de Adolescentes, o Nuca, e em 2018 foi eleita representante do Curimataú na Comissão Estadual de Erradicação do Trabalho Infantil (COAPETI), e desde então se destaca como uma das lideranças da Paraíba no combate ao trabalho infantil.

Cada Fórum dos Estados brasileiros enviará seu representante para o Fórum Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (FNPETI), este ano com o tema “Os Desafios para Eliminação do Trabalho Infantil”. De acordo com o Secretário Dagmando Lopes, que responde pela pasta de Assistência Social de Cuité e que recebeu, na terça-feira (29), ligação da Coordenação Estadual do Fórum, a jovem Carla Stefany foi indicada para representar a Paraíba no FNPETI, que será realizado nos dias 28 e 29 de novembro em Brasília, tendo o custeio com passagens aéreas, hospedagem, alimentação e traslado garantido pelo Fórum Nacional.

O Fórum Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil é uma estratégia da sociedade brasileira de articulação e aglutinação de atores sociais institucionais, envolvidos com políticas e programas de prevenção e erradicação do trabalho infantil no Brasil. Foi criado em 1994, com o apoio da Organização Internacional do Trabalho (OIT) e do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF).

O FNPETI é uma instância autônoma de controle social, legitimado pelos segmentos que o compõem. São membros os Fóruns Estaduais de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil, representantes do Governo Federal, dos trabalhadores, dos empregadores, entidades da sociedade civil (ONGs), do sistema de Justiça e organismos internacionais (OIT e UNICEF).

O FNPETI é um espaço democrático, não institucionalizado, de discussão de propostas, definição de estratégias e construção de consensos entre governo e sociedade civil sobre a temática do trabalho infantil e coordena a Rede Nacional de Combate ao Trabalho Infantil, formada pelos 27 Fóruns de Erradicação do Trabalho Infantil e Proteção ao Adolescente Trabalhador e as 48 entidades membro.

Compartilhar