I Fórum de Saúde Mental e Encontro de Valorização da Vida são realizados em Cuité

A Prefeitura de Cuité, por meio da Secretaria de Saúde, promoveu, nesta quinta-feira (19), no Auditório do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS/Cuité), o I Fórum de Saúde Mental e I Encontro de Valorização da Vida, com participação de profissionais da saúde e discussão de temas ligados a saúde mental, objetivando melhorar cada vez mais o serviço ofertado pelo município por meio de uma integração de toda rede de profissionais de saúde, alcançando maior desempenho e resolutividade.

O I Fórum de Saúde Mental contou com palestras do médico Dr. Marcelo Almeida e da psicóloga Helvia Vilar, e presença dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS), Enfermeiras, Técnicos em Enfermagem, Médicos, Auxiliares de Saúde Bucal (ASB) e Odontólogos da Atenção Básica, representantes do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) e Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), professores e estudantes do Centro de Educação e Saúde (CES/UFCG), além da equipe do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS I e CAPS infantil).

O evento, de acordo com a coordenadora do CAPS, Angélica Lira, “foi de extrema importância para os profissionais, onde foram esclarecidas dúvidas e colocado casos de saúde mental do nosso território em discussão”. O Fórum abriu espaço para dialogar sobre como melhorar ainda mais a saúde mental dos usuários do serviço, e o quanto a participação de toda a rede interligada é essencial para um melhor desempenho e resolução dos casos que chegam até o serviço que dá assistência à saúde mental.

Adriana Selis, que responde pela Secretaria de Saúde de Cuité, também participou do momento de discussão, deixando sua mensagem e reforçando o objetivo do Fórum, realizado exatamente no mês titulado de ‘Setembro Amarelo’, que trata da prevenção e combate ao suicídio. “Nós, Gestão, temos um papel relevante para reduzir os índices de tentativa de suicídio. O Fórum nos permite essa reflexão conjunta, do quanto é importante a integração, a discussão de casos, para que cada vez mais o serviço se fortaleça, e o nosso usuário seja atendido de forma plena”, declarou a Secretária.

“Enquanto coordenadora de saúde mental do município, me sinto feliz em ver que a gestão tem esse olhar diferenciado para capacitar cada vez mais nós profissionais, para prestarmos um melhor atendimento”, concluiu Angélica Lira, avaliando de forma positiva o I Fórum de Saúde Mental e I Encontro de Valorização da Vida, momento único e realizado de forma inédita no município, colocando a importância do cuidado com a saúde mental em evidência e capacitando toda a rede da Atenção Básica do município para um trabalho conjunto.

Compartilhar