Boletos do Garantia-Safra 2019/2020 devem ser pegos e pagos até esta sexta (31)

A Prefeitura de Cuité por meio da Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente comunica que se encerra nesta sexta-feira (31) o prazo para que os agricultores retirem e paguem o boleto do Garantia-Safra 2019/2020, referente a contrapartida do agricultor e que o torna apto para o recebimento do benefício na ocasião do Governo Federal, após análise, entender que houve safra abaixo de 50%.

O boleto encontra-se disponível na Secretaria, localizada no Centro Administrativo, nas proximidades da Praça Aniceto Pereira (Praça do Coreto). De acordo com o secretário Fábio Nascimento, que responde pela pasta de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente, cerca de 60 boletos ainda não foram pegos e o prazo final para pagamento é a sexta-feira, dia 31. “É de muita importância o agricultor pagar a sua contrapartida, pois se a safra for menor que 50% ele vai poder receber o que lhe é de direito”, declarou o Secretário, reforçando ainda a importância do comprovante de pagamento do boleto que pode servir, inclusive, como comprovante de sua atividade como agricultor em processo de aposentadoria.

Quem não pagar o boleto automaticamente fica de fora do Programa, assim seja comprovada a perda de safra pelo Governo Federal por meio de análise técnica. “A nossa parte enquanto gestão está sendo feita. É necessário que o agricultor também faça a sua, pagando a sua contrapartida”, concluiu Fábio Nascimento. É importante lembrar que o Garantia-Safra, Programa do Governo Federal, está cada vez mais rígido com as condicionalidades que permitem o agricultor ter acesso ao benefício, inclusive, com cruzamento de dados no Cadastro Único, responsável pela inscrição de famílias carentes em programas do Governo Federal.

Em 2016 o município não aderiu ao Programa e em 2017 o Governo Federal entendeu que não houve perda de safra acima de 50%, sendo assim, o agricultor não recebeu o benefício. De acordo com informações do próprio Governo Federal, a edição 2018/2019 ainda está sendo analisada, no entanto, há uma expectativa positiva de que o benefício seja liberado, assim como já foi para alguns municípios da região.

Compartilhar