Autor: ASCOM

Boletos do Garantia-Safra 2019/2020 devem ser pegos e pagos até esta sexta (31)

A Prefeitura de Cuité por meio da Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente comunica que se encerra nesta sexta-feira (31) o prazo para que os agricultores retirem e paguem o boleto do Garantia-Safra 2019/2020, referente a contrapartida do agricultor e que o torna apto para o recebimento do benefício na ocasião do Governo Federal, […]

31/01/2020 12h44 Atualizado há 3 anos atrás

A Prefeitura de Cuité por meio da Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente comunica que se encerra nesta sexta-feira (31) o prazo para que os agricultores retirem e paguem o boleto do Garantia-Safra 2019/2020, referente a contrapartida do agricultor e que o torna apto para o recebimento do benefício na ocasião do Governo Federal, após análise, entender que houve safra abaixo de 50%.

O boleto encontra-se disponível na Secretaria, localizada no Centro Administrativo, nas proximidades da Praça Aniceto Pereira (Praça do Coreto). De acordo com o secretário Fábio Nascimento, que responde pela pasta de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente, cerca de 60 boletos ainda não foram pegos e o prazo final para pagamento é a sexta-feira, dia 31. “É de muita importância o agricultor pagar a sua contrapartida, pois se a safra for menor que 50% ele vai poder receber o que lhe é de direito”, declarou o Secretário, reforçando ainda a importância do comprovante de pagamento do boleto que pode servir, inclusive, como comprovante de sua atividade como agricultor em processo de aposentadoria.

Quem não pagar o boleto automaticamente fica de fora do Programa, assim seja comprovada a perda de safra pelo Governo Federal por meio de análise técnica. “A nossa parte enquanto gestão está sendo feita. É necessário que o agricultor também faça a sua, pagando a sua contrapartida”, concluiu Fábio Nascimento. É importante lembrar que o Garantia-Safra, Programa do Governo Federal, está cada vez mais rígido com as condicionalidades que permitem o agricultor ter acesso ao benefício, inclusive, com cruzamento de dados no Cadastro Único, responsável pela inscrição de famílias carentes em programas do Governo Federal.

Em 2016 o município não aderiu ao Programa e em 2017 o Governo Federal entendeu que não houve perda de safra acima de 50%, sendo assim, o agricultor não recebeu o benefício. De acordo com informações do próprio Governo Federal, a edição 2018/2019 ainda está sendo analisada, no entanto, há uma expectativa positiva de que o benefício seja liberado, assim como já foi para alguns municípios da região.


Ao continuar navegando no nosso portal, você concorda com a nossa Política de Privacidade. Para ter mais informações, acesse nossa página de Política de Privacidade

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support