Finalizada 2ª turma do curso de capacitação para cuidadores de Cuité

Foi concluída, nesta terça-feira (03), a 2ª turma do Curso de Capacitação para Cuidadores, realizado pela Secretaria de Saúde por meio do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF). Ofertado de forma gratuita e aberto para toda comunidade, com material didático, carga horária de 30 horas e certificado para colaboradores e participantes, ao todo, quase 70 pessoas foram capacitadas nas duas turmas. “Isso reflete diretamente em promoção à saúde em nosso município, pois estamos capacitando pessoas para usar como ofício o ato de cuidar”, comentou Heron Lima, Fisioterapeuta do NASF, que participou da edição desta quarta-feira (04), do Programa ‘Aqui tem Trabalho’, da Prefeitura de Cuité na 89 FM.

Ainda de acordo com Heron Lima, a expectativa é que para 2020 seja aberta mais uma turma, inclusive, com a possibilidade de um novo módulo, quando voltariam a participar de uma nova capacitação mais aprofundada em assuntos clínicos, os alunos que fizeram parte do curso em 2019. “Já estamos confirmando uma terceira turma para 2020 e, discutindo com os tutores do curso, surgiu uma ideia de um possível novo módulo, quando estaríamos capacitando quem já foi capacitado, só que adentrando mais em assuntos clínicos”, finalizou Heron Lima.

Ao fazer referência a conclusão desse ciclo de capacitação para cuidadores no município, a Secretária de Saúde Adriana Selis, que também participou do programa de rádio, exaltou o trabalho dos profissionais do NASF e Hospital Municipal envolvidos na realização do curso, confirmando o que já havia sido mencionado sobre a continuidade do curso em 2020. “Quando se fala em capacitar, em treinar e dar possibilidades das pessoas terem conhecimento e cuidar do outro, aqui em Cuité nós temos essa grandiosidade, e a gente já senta agora no final do ano para programar o curso para 2020”, comentou Adriana Selis.

Após levantamento realizado no início do ano pelo Programa ‘Melhor em Casa’ e NASF locais, foi verificado que havia um grande número de pacientes domiciliados no município, e daí surgiu a necessidade de planejar um curso que pudesse dar suporte às pessoas que diariamente estão com esses pacientes, bem como para pessoas que nunca atuaram na área mas que se interessam em adotar o ofício a partir de agora.

Os participantes da capacitação precisaram atender requisitos básicos como morar em Cuité e saber ler e escrever, já que o curso oferta material didático e se faz necessário o cuidador ter essa noção básica de leitura para manusea-lo, bem como pela própria necessidade do ofício que exige do cuidador a manipulação de medicamentos, seguir orientações médicas, entre outras atribuições que para as quais se fará necessário esse requisito.

Compartilhar