Autor: ASCOM

Nova turma do grupo de tabagismo é iniciada em Cuité

Foi iniciada, em Cuité, na noite desta quinta-feira (07), no Teatro Municipal, mais uma turma do grupo de tabagismo, de início, fazendo a acolhida para as mais de 20 pessoas que aceitaram o desafio e estarão nas próximas 4 semanas participando de dinâmicas, terapias e outras atividades, além de todo o acompanhamento por uma equipe […]

08/11/2019 20h15 Atualizado há 3 anos atrás

Foi iniciada, em Cuité, na noite desta quinta-feira (07), no Teatro Municipal, mais uma turma do grupo de tabagismo, de início, fazendo a acolhida para as mais de 20 pessoas que aceitaram o desafio e estarão nas próximas 4 semanas participando de dinâmicas, terapias e outras atividades, além de todo o acompanhamento por uma equipe multiprofissional do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF), da Atenção Primária em Saúde, principalmente na fase de tratamento com a medicação, que é disponibilizada pela Farmácia Básica do município para os participantes do grupo.

Para Heron Lima, Fisioterapeuta do NASF, profissional que integra a equipe do Programa de Tabagismo no município, “o acolhimento do grupo de tabagismo foi uma prova que para parar de fumar nunca é tarde. Neste momento, explicamos todo o percurso deste desafio aceito por mais de 20 pessoas. Procuramos mesclar entre relatos e dinâmicas, buscando maior interação”. Os 4 próximos encontros também acontecem na quinta-feira (14, 21 e 28/11 e 05/12), às 18h30, no Teatro Municipal.

O processo de acompanhamento e avaliação dos usuários participantes do grupo de tabagismo se transformam em dados, que são repassados para o Sistema E-Sus, responsável pelo conjunto de informações da saúde na Atenção Básica a nível nacional. “Nós precisamos alimentar o sistema com a dispensação dos medicamentos e atividades que são realizadas. Há todo um contexto sistemático, organizativo e burocrático”, declarou Adriana Selis, Secretária de Saúde, ao comentar sobre a responsabilidade do Programa e dos profissionais envolvidos nesse processo de acompanhamento do usuário.

Ainda de acordo com a Secretária de Saúde, o que é mais importante é a adesão do usuário, considerando que o câncer de pulmão é o 3º que mais acomete a população, e quanto antes o usuário tomar a decisão e encarar o desafio de vencer a dependência, maiores serão as chances dele não fazer parte dessa estatística.


Ao continuar navegando no nosso portal, você concorda com a nossa Política de Privacidade. Para ter mais informações, acesse nossa página de Política de Privacidade

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support